Pular para o conteúdo principal

Sigma Pi! Review!

Acho que a ideia de fazer review de mangá promissor nacional está me animando muito, principalmente porque já estou recebendo links fantásticos. Estou conhecendo autores novos e talentos fenomenais.

Vou falar hoje do mangá Sigma Pi de Yumi Moony, ela é uma mangaká formada em Química. É uma área que não tem nada a ver com arte, mas ela também fez seu TCC usando o quadrinho. Pois existe a divulgação da Química por meios ilustrativos e artísticos para causar interesse nas pessoas. Ela uniu sabiamente o útil com o agradável. Quem quiser ler o TCC entre aqui. Devo dar meus parabéns a Yumi por tido a capacidade de usar o mangá para passar conceitos de química sem ser chata e nem pedante. Ela realmente conseguiu misturar suas paixões e a gente sente isso nos quadrinhos. As vezes os autores fazem uma excelente pesquisa, mas não conseguem passar a pesquisa pro leitor de uma forma legal e as vezes nem passam nada. A pesquisa acaba ficando mais interessante que o mangá e dá vontade de pedir que a pessoa lance um livro de sua pesquisa e não o mangá. Mas a Yumi fez de um jeito que ficou fenomenal. Omedetou!!
Outra coisa muito curiosa nesse trabalho é a espantosa evolução artística da autora, não posso analisar o prólogo e o primeiro capítulo porque o sexto volume impressiona na evolução. Tudo que eu diria pra Yumi já foi arrumado no volume seis. Tem coisas que posso falar, mas ela vai melhorar com certeza no próximo volume. A Yumi tem tudo pra ser Ichiban no mangá!!! Nunca vi alguém evoluir tão rápido, em apenas seis volumes! Eu queria ser assim....

Vamos lá!

Quanto a arte de Sigma Pi!

Quando entrei no blog do projeto achei que fosse um mangá mahou, mas depois vi que era o topo versão Halloween.^^ Essa pintura ficou muito boa, né mesmo? Adoro essas cores! Então, fui direto aos capítulos! Me espantei, são seis volumes, o primeiro na verdade é um prólogo que poderia ser o primeiro capítulo de boa.
A Yumi pediu pra falar mais do roteiro, mas tenho que dar algumas dicas na arte primeiro. Não no desenho, mas em termos de diagramação.  Pelo volume seis posso dizer que arte final ficou muito boa, a pena tá boa, as retículas também, a anatomia melhorou e o caimento dos tecidos também e cabelos. Evoluiu muito mesmo, balão, letra, cenas e quadrinização. A única coisa que precisa evoluir mais a partir de agora são os cenários externos, pois os internos estão bons. Técnica de pontos de fuga vai ajudar a ficar realmente profissional. Assim como a Camila do Dragon Tales, a Yumi não fez as margens de corte. As cenas de página dupla precisam só arrumar o lugar dos balões e desenhos importantes, porque estão no centro da página. A cola ou grampo vão cortar tudo isso, não pode colocar nada que seja muito importante no meio, na margem de corte e de cola. Também peço pra Yumi fazer a margem de segurança e sangria antes de enviar pra gráfica. Fiz um exemplo de margem pra vcs entenderem o que vai acontecer na gráfica.
Agora com o corte, veja que vamos perder o meio com a cola ou grampo e as laterais. Por isso não dá pra deixar as letras no meio e nem o desenho da cabeça da menina bem na dobra.  Margem de 15 mm de todos os lados e também uma margem de segurança pros balões. O desenho pode ser cortado, mas o balão não pode. É só uma dica técnica pra futura publicação.^^ 
Vejam que o balão do quadrinho cinco foi totalmente cortado, mas tem espaço em baixo pra ele, é só mudar de lugar. As personagens no centro podem ficar mais separadas e as letras podem ser separadas respeitando a margem. As bordas dos quadrinhos devem ficar até um centímetro pra dentro da margem vermelha que fiz. Assim não serão cortados também e vão ficar com uma margem elegante na página impressa. Espero ter ajudado.^^ Ah! O logo de Sigma Pi ficou bonito, mas pode ser mais criativo. Uma fonte que destaque mais e o símbolo do Sigma  e do Pi pode ser usado incorporado na letra de alguma forma tornando o logo único como se fossem dois Kanji. 
Minha sugestão é dar uma arrumada na cena em que Branca topa pela primeira vez com Henrique. Faltou quadrinhos grandes mostrando o choque que um teve com o outro. A cena é muito importante e precisa de um destaque maior. No decorrer da trama a gente vê que o encontro era mais que importante devido  à semelhança das personagens que ele conhece. ( tentando não fazer spoiler, mais já era...gomem!)


O Nestor me lembrou meu Paulo Lebre na personalidade. ^^ Nessa ilustração eu achei que as mãos ficaram grandes em relação ao rosto, mas a pintura está linda demais e a composição também. O polvo Totopus está atrás! Kawaii!

Quanto ao roteiro de Sigma Pi!

Resumo: Sigma Pi conta a história de Branca que entra numa escola interna mista e é obrigada a entrar num clube de Química onde conhece três meninos, Henrique o líder, Colombo o mulherengo e Benjamin que é o garoto doce. Sigma Pi é um shoujo mangá de romance e comédia. Também é um mangá onde aprendemos química com os personagens. Logo vemos que Sigma Pi é um clube de Química problemático, causa horror na Alice, a supervisora falante. Branca é o agente da mudança na história. O encontro dessa turma causa mudanças psicológicas em todos. Não posso fazer spoiler por isso é bom ler pra ver que esse mangá vai além de um simples shoujo. Achei interessante a substituição da Sakura pelo Ipê Branco. 

Bom, eu tenho a impressão de Yumi fez aula de roteiro porque tá excelente demais. Não tenho o que criticar mesmo. É um shoujo como ele é no Japão e ponto. Ela sabe expor as situações, ela amarra o roteiro e seus personagens são bem trabalhados. Eu fiquei muito contente de ver que tudo que acontece no prólogo tem explicação no decorrer do mangá. Nada é atoa. Até o fato deles estarem num colégio interno é explicado. Todos têm motivos pra estarem lá e até pesquisei um pouco sobre colégios internos no Brasil pra ver se Sigma Pi tava de acordo. Pelo depoimento de ex-alunos desse tipo de colégio nota-se que na realidade existem regras muito rígidas, como castigos por beijo, agressões e falta aos cultos, pois a maioria dos colégios internos no Brasil são religiosos. Os castigos têm pontos que somam horas, até peguei uma lista engraçada num blog de uma ex-aluna:
Tabela de punições:
Delito                                                                      Horas de castigo
Falta ao culto...............................................................................................4
Falta á aula....................................................................................................3
Briga entre alunos( baixo grau de agressão)............................................9
Briga entre alunos( alto grau de agressão)......................................10 a 50
“Contrabando” de presunto ou derivados de carne.........................aprox 10
Preparar sanduba com ferro elétrico.................................................aprox 7
Beijo na boca............................................................................................150
Sua colega de quarto ser pega transando na capela do colégio não tem preço!

Isso podia ser usado no Sigma Pi, né? Ficaria legal.rsrsr Mas no mangá da Yumi os alunos são aparentemente mais livres, a personagem principal, Branca pode usar shorts, por exemplo. Podem comer doces a qualquer hora. Mas como é mangá, tudo pode acontecer. Acredito que no mangá as escolas podem ser bem diferentes das que existem pro roteiro funcionar. As vezes é bom abandonar a realidade em nome da trama.^^  
A autora sabe usar muito bem os clichês do shoujo. Os clichês não são ruins como alguns pensam. Pois os clichês são usados para causar uma reação igual em todas as pessoas de acordo com o que autor quer. São cenas, que mesmo sendo parecidas com que já vimos elas nos causam a mesma emoção e se o autor souber usá-las pode dirigir os sentimentos dos leitores. Levou-se muitas décadas pra se chegar a clichês que funcionassem bem. Quem estuda teatro sabe do que estou falando. Vou dar um exemplo simples: O personagem diz " Não vou de jeito nenhum" e na cena seguinte ele está lá onde disse que não ia. A reação do leitor é a risada. Isso é um clichê. As pessoas confundem clichê com temas batidos e já usados. O tema já usado serve pra atrair um determinado tipo de público/leitor. É romance, então atrai as garotas.^^ Causa uma química agradável no cérebro feminino. XD
A Yumi criou uma personagem que entra num clube de química onde tem três bishounen. Isso tá muito em alta. A mocinha de hoje não tem só um pretendente, ela tem no mínimo dois.^^ Melhor dizendo, ela fica dividida. 
Ela também criou um personagem que ela mesma diz ter criado sem planejamento, que é o primo de Branca, o Nestor. Ele aparece pra atrapalhar o namoro de sua prima Branca. Nada pode ser tão fácil no mangá, né? Isso mostrou a desenvoltura da Yumi com roteiro, ela sabe quando deve inserir um novo personagem pra trama ficar mais interessante. Nem todos os personagens o roteirista consegue planejar antes e temos que usar nossa criatividade na hora que a curva de interesse pede. Mas o mais bacana é ela usar a ideia dos espelhos psicológicos na trama. Um personagem serve ao outro pra mostrar seu lado errado, mostrando que existe uma lei no universo onde tudo tem volta e aprendemos observando os outros. A gente não sabe que é mau até ver isso em outra pessoa. É uma ideia que vi no Furuba que trabalha a inveja que temos do talento dos outros e isso faz a gente não dar valor pro nossos próprios talentos. 

Outra coisa sensacional foi inserir a química nesse mangá. Mangá com especialidade também tá em alta. Desenhistas, escritores, editores, médicos, etc. Todos ensinando sua profissão e passando conhecimento de suas áreas. Uma coisa que era de mangás pra adultos, josei e seinen passam a aparecer em mangás pra adolescente e Sigma Pi segue a tendência. Mas tem que saber fazer e a Yumi fez de um jeito tão kawaii e engraçado que a gente adora ler. Mesmo já tendo estudado tudo aquilo é gostoso recordar e ver os experimentos que fizemos uma vez na escola. Já usei até fantoche num trabalho e esse recurso é maravilhoso. Relembrei muita coisa. 

Ela usou páginas coloridas para diferenciar e destacar as explicações de química. Com esse recurso o leitor já sabe que vai ter aula. Não sei se a autora tirou isso de algum mangá, mas se foi ideia dela...meus parabéns Yumi! Adorei! 
Adorei o Totopus! Adorei os personagens adultos. Tem partes que eu chorei de rir. Acho até que se Yumi criasse uma tabela periódica com os elementos divertidos e vivos como tá no mangá ficaria fenomenal. Eu, a Shiru e o meu irmão que é formado em Física adoramos o hidrogênio antissocial. Demais mesmo! Meu irmão não lê quadrinho, mas a Yumi conseguiu pegar ele com a ideia de ensinar química dessa forma. Ultrapassou o universo otaku! Eu podia ter canhado uma grana fazendo o TCC do meu irmão com mangá. Nossa! Perdi de ganhar dinheiro do irmão!
O Colombo é um personagem muito legal e divertido. Fiquei curiosa pra saber o passado dele também. 
Mas vamos aos detalhes que podem melhorar. O português tá muito bom, porém a nova ortografia tem que ser usada agora e o uso dos "porquês" precisam de atenção. Existem vários porquês e o uso correto pra cada um. Tem muito "porque" explicativo sendo usado como interrogativo e isso confunde a explicação de química no volume quatro. Os "porquês" têm motivo pra ter um acento circunflexo. Por quê? Porque é a língua portuguesa....rsrsr Apesar de contarmos com revisores na editora, é bom tentar não errar porque dá trabalho ficar corrigindo depois. E quando sai da gráfica não tem mais jeito de arrumar. Eu fico super envergonhada com meus erros quando o editor me manda a revisão. Mas os "porquês" eu não erro mais.^^ Tento pelo menos ou o editor não vê... Erros sempre vão escapar. Ah! A palavra doceria na verdade é doçaria. Mas as pessoas geralmente usam a primeira e já entrou no vocabulário. Então é facultativo.

Acho que posso sugerir que Yumi pense um pouco mais nas atitudes dos personagens. A Branca sofreu violência, mas ela joga terra na Hanna ao se ver nela. Não foi porque ela aprendeu apanhando que ela poderia fazer o mesmo. Acho que Branca pode ser mais grandiosa nesse aspecto. Mas é uma opinião minha, não sei se isso foi de propósito na personalidade de Branca.
Mas a personalidade dos personagens está bem trabalhada. O Henrique parece apenas um machista pedantinho impedindo mulher de entrar no clube, mas no decorrer vemos o motivo. Entretanto acho que alguém poderia dizer que ele está sendo machista e isso não combina com sua mente evoluída de cientista. Como não é exposto logo por que ele haje assim, seria legal alguém falar isso no quadrinho. Só pra ilustrar um pouco os nossos valores que são diferentes dos japoneses, onde a cultura ainda é machista. O Brasil ainda é machista também, mas nós podemos mudar isso através da arte. Um simples comentário já faz o leitor pensar nas suas atitudes no dia a dia. O machismo não se justifica por nada, mas o personagem em questão tem um motivo além do cultural. É interessante o autor mostrar que o personagem aprende que seus atos são errados. Uma hora Henrique pode entender que estava exagerando e sendo machista por um motivo frívolo. Ninguém tem que ter dó dele e deixar ele agir assim nos tempos atuais por causa de seu passado. hehehehe. Colombo e Benjamin foram bastante tolerantes com ele. Henrique é o líder, mas as vezes os liderados podem não aceitar todas as decisões do líder. Não sei se a atitude deles de aceitar que Henrique expulsasse as mulheres do clube foi por amizade, respeito ou dó. E ele tem que crescer na trama como homem. Branca vê que é uma mulher fútil e muda, mas ela muda de uma forma dolorosa demais. Henrique pode aprender sem a violência. Se Alice podia colocar Branca no clube a força, por que ela não fez isso antes com as outras meninas, Yumi? Isso não foi explicado. Pra resolver é simples, é só dizer que as meninas não quiseram mais voltar e fizeram outro clube de química concorrente onde não tem vaga pra Branca. Ou mudar o motivo do Henrique. É uma coisa que me ocorreu agora.^^ Mas é só pra discutir ideia mesmo. Afinal, Yumi é a autora, não eu.^^ 

Antes de concluir o review. Adorei as notas no final dos capítulos, muito bem explicadas e úteis. Aprendi umas coisas... No volume seis ficou ainda mais legal desenhado. Parabéns Yumi! Continue trabalhando em seu mangá e só desejo sucesso com a versão impressa. Redesenhar os capítulos pode engrandecer seu mangá e pode até ajudar a sair por alguma editora. Vale a pena tentar. Quero trocar umas retículas com ela, tem umas que eu não tenho.^^ Forgada eu, né? Vou ver se consigo fazer um tutorial de ponto de fuga aqui no blog. 
Beijos e leiam Sigma Pi aqui! Vale a pena!





Comentários

  1. Olá Soni!
    OMG acho que esse foi o review mais longo que já recebi! XD Muito obrigada mesmo!
    (lá vem um kg de textos hauahuhua)

    Quando eu criei o Sigma Pi, a intenção era realmente fazer algo que fugisse do padrão de livros didáticos. Mesmo em algumas HQs educacionais que eu via por aí, a linguagem era muito técnica e o que acontecia era que parecia mais um copy+paste dos livros, ou seja, ficava maçante (e até forçado) pra quem fosse ler. Eu não queria que ficasse desse jeito, a intenção era unir uma história nos padrões shoujo com alguns experimentos de Química, mas de forma descontraída, com uma linguagem mais informal. Confesso que no começo eu ia puxar mais pra uma comédia escrachada, mas enquanto fui trabalhando as ideias o foco acabou indo um pouco pro drama dos personagens. E como eu gosto muito de trabalhar essa parte mais da evolução e do caráter dos personagens, não teve jeito, esse fator falou mais alto. XD

    Tô quase formada em Química *preciso fechar mais 2 matérias esse semestre pra pegar o canudo lol* mas minha intenção é continuar com esse trabalho de divulgação científica para o mestrado.
    Assim como vocês do Futago, quero buscar trabalhar com algo que eu gosto, e vi na pós-graduação essa possibilidade e vou correr atrás.

    Obrigada pelo toque com relação ás margens de corte, como a impressão do meu material não é em gráfica (apesar de ser impressão laser), não tive a preocupação de deixar o espaçamento. Já teve gente que pegou no meu pé com relação a isso e vou ver se na 7 eu deixo mais bonitinho e talz.
    Sobre o texto na página dupla eu fui me tocar só depois que comecei a montar o boneco, aí acabei deixando do jeito que estava. Mas é uma observação importante, da próxima vez vou tomar cuidado pra não deixar o texto no meio.
    Ainda apanho pra fazer alguns cenários e vou ver se no 7 faço alguns em separado (pra poder detalhá-los melhor) e depois coloco nos quadros. Lembro que fiz pra alguns mas no geral eu acho legal desenhar junto com o personagem no quadro.

    Sobre o logo...peguei uma fonte que tinha no meu Word porque sou ruim pra elaborar logotipo hauahuhuhua

    Quanto aos ipês, achei que seria interessante utilizar algum elemento daqui do país, e os ipês brancos se assemelham as sakuras, porque ficam caindo quando dá a floração.
    Na minha faculdade tem muito ipê branco! Apesar de não saber desenhá-los muito bem ainda, foram uma inspiração muito forte pra elaborar o enredo do Sigma Pi.

    Esse quadro das punições achei muito interessante XD nem sabia que tinha algo do tipo!

    O Nestor foi um personagem que se fosse existir, ia aparecer de vez em quando. Fora que quando eu criei o personagem, era pra ele ser abobado (além da preocupação com a prima), mas daí resolvi distorcer a personalidade dele pra criar um contraste com os demais. E agora é um dos meus preferidos!
    Fora que a partir da 3 eu mudei drasticamente o rumo da história *tenho umas 3 versões do Sigma Pi comigo e só recentemente consegui fechar o final da série* e a inserção do Nestor no clube foi uma das modificações que ocorreram no enredo.
    Outro fator foi que as pontas soltas que deixei (e ainda deixo) no decorrer da série eu quero ir explicando pro pessoal. Então, o fato de não permitir mulher no clube, o comportamento bipolar do Henrique, até mesmo o motivo do Nestor estar no clube serão explicados.

    Em relação à ortografia eu preciso me atualizar XD confesso que eu mesma ainda não me adaptei direito a algumas regras novas, mas vou prestar mais atenção. E essa da doçaria não sabia mesmo!(continua)

    ResponderExcluir
  2. Continuando porque não coube tudo no comment anterior...XD

    Sobre a questão da atitude dos personagens, gostei do ponto levantado. Algumas atitudes, como a do Henrique, ficarão mais claras quando vier o passado explicando um pouco do problema que ele tem. Mas no caso dele também tem mais um porém que tem relação com o próprio clube (o lance dele ter expulsado umas meninas no clube vai ser explicado num flashback antes da Branca entrar pro colégio e acho que vai esclarecer algumas coisas pros leitores - assim espero XD).
    Futuramente, lançarei um especial que explicará a origem do Sigma Pi, e é nessa origem que surgiu a regra do “não aceitamos mulheres no Sigma Pi”. E aparece o Otávio jovem!

    Quanto a Branca, a atitude dela seria mais uma questão de que ela não esperava ver um “espelho” do seu passado. Algo como querer negar aquilo que estava na sua frente, claro que essa atitude por si só não irá apagar o que aconteceu lá atrás, isso meio que fica marcado na pessoa, mesmo que você tente esquecer, alguma hora o passado volta pra te fazer lembrar dos fatos.
    Trabalho muito com esse fator, de que você é reflexo das suas atitudes no passado, e cada um do Sigma Pi tem seus motivos pra ter o comportamento que tem. Trabalhar com o psicológico do personagem é um prato cheio pra mim hauhuhua XD

    Sobre as retículas, eu pego todas do Manga Studio. Não sei se é o mesmo programa que usa também, mas caso seja eu te indico as pastas. Salvei até uma pasta com as que eu normalmente utilizo, pra ficar mais fácil de achar depois.

    No mais, eu só tenho a agradecer pelo review e paciência pra ler todas as edições! XD
    Obrigada mesmo, gostei muito dos pontos que você me apresentou! Vou ver se faço uma nota no blog mais tarde pra divulgar.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Oi querida Yumi! Vc é uma guerreira que estuda e ainda consegue tempo pra se dedicar ao seu projeto! Eu fico muito admirada com vc e com seu talento.^^
    Obrigada pelo parecer, afinal, nada como a autora vir aqui e esclarecer coisas sobre seu projeto.XD Assim a gente fica sabendo mais e ainda fica mais curiosa pra saber a continuação.

    Eu tbém não entendia nada de escolas de internato, acho que valeu ficar mais por dentro. Mangá é cultura!! rsrs

    Ah! Nem precisei de paciência, adoro ler coisas bacanas!!^^ Parabéns pelo projeto!

    Depois a gente se fala por facebook e conversa mais sobre o mangá Sigma Pi e sobre as retículas. Eu tinha o Manga Studio, mas a versão que tinha não instalava no XP, nem no seven, aí não deu pra pegar tudo. -_-

    Beijos e muito sucesso!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Expocomics 2019, como foi!

Olá, lindezas!! Como vão? Espero que bem.^^

Hoje vamos falar do último evento que fomos, o Expocomics 2019 em Taubaté, interior de SP. Na verdade é na cidade vizinha. Foi realizado no shopping. Desta vez conseguimos nos planejar melhor para o evento porque nos convidaram em janeiro. Mesmo assim não deu tempo dos mangás Vitral 9 e Garoto X 2 ficarem prontos na gráfica. Uma pena. Mas fomos mesmo assim e foi muito bom.  Desta vez o alley estava muito bom, carregado de artistas e principalmente de mulheres. Afinal, esse evento foi muito criticado ano passado por não ter convidados mulheres para o artist's alley.  Hoje em dia, não convidar mulheres é algo muito mal visto, as pessoas notam e criticam. Por isso, agora que não houve mais esse problema, temos que elogiar!^^ E o Futago Estúdio foi representando mulheres que produzem quadrinho.
Fizemos até um figurino para o evento! 
Fomos de uniformes. rsrs  Nós mesmas tivemos que fazer as saias porque não encontramos para comprar e o que t…

Futago Estúdio 2019 - o que muda a partir de hoje.

Olá, amigos!! Eu e a Shirubana tomamos uma decisão importante. Essa decisão foi pensada por muito tempo, não é de hoje que já estávamos querendo fazer isso. Saímos das redes sociais: facebook e youtube. Por mais estranho que pareça, é para ajudar a gente a produzir mais, se concentrar mais e não ter interferências. Talvez muitos pensem, é só não logar! Mas não é tão simples. Do face, apagamos nossas contas pessoais e a página do Estúdio e o grupo Vitral porque vimos que o alcance era pífio e acabou tornando-se uma perda de tempo. A gente não conseguia mais alcançar novos seguidores, as propagandas da página tinha pouco alcance e quase nenhum comente. Mas não era culpa de quem estava participando ou seguindo, e nem nossa, era coisa do face. Notamos que depois dos algoritmos, o facebook se transformou num lugar onde apenas coisas polêmicas e tristes e fake news têm um destaque grande.  É mais fácil ter muita interação em posts azedos de política, mimimis e as pessoas tendem a compartil…

Dê uma expiadinha nos novos lançamentos de mangá do Futago Estúdio!

Olá, amigos! Hoje vamos mostrar um pouquinho do que vem por aí! Que tal dar uma expiadinha numas páginas e ler um trecho dos mangás que estamos produzindo? Esses mangás são feitos com muito carinho para vocês que adoram ler mangás boys love e yaoi. 
Os mangás boys love estão muito em alta no mundo todo e muitas autoras e autores nacionais também produzem mangás BL. E nós temos orgulho de ser as sempais aqui no Brasil! 
Produzimos mangás BL desde 2010. Conseguimos até o feito de publicar por editora! Coisa que muitos achavam impossível para autoras nacionais, afinal, as editoras sempre dão preferência para os mangás BL de fora.
Depois de nós surgiram vários autores desse gênero no Brasil. Você encontra muitos deles nas webcomics famosas. A maioria é menina que produz, mas tem uns garotos que fazem yaoi muito legais. 
O preconceito ainda existe, e desta vez é a própria internet que azeda o caldo pra quem produz mangá BL e yaoi. O Google faz questão de excluir Boys Loves do busca e com …